noticias EVENTOS E NOTÍCIAS  
   
[ Mais prazo para responder à pesquisa da ANP | Lupi avaliará exceções no registro de ponto eletrônico | SINDIPOSTOS promove off road | Sindipostos promove inspeção preventiva em postos do RN | Painel sobre etanol discute o crescimento do mercado e a fiscalização do setor | ]
ANP constata melhora na qualidade do diesel




Rio de Janeiro (ABr) – A qualidade do óleo diesel consumido no país melhorou no mês de abril em relação a março. A constatação é da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), por meio do Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis. No mês passado, o índice de não conformidade (fora das especificações) ficou em 3,5% - resultado 33% melhor do que os 5,3% de março.


A ANP analisou 4.586 amostras de diesel, das quais 162 estavam fora dos padrões de qualidade estabelecidos pela agência. Os estados que apresentaram as reduções mais expressivas, na comparação entre abril e março, foram: a Bahia (de 9,2% para 1%); o Espírito Santo (de 6,3% para 4,6%); Minas Gerais (de 9,4% para 6,7%); o Rio de Janeiro (12,4% para 8%); Roraima (de 9,1% para 7,7%); São Paulo (de 6,8% para 4,1%); Pernambuco (de 1,7% para 1,3%); e o Rio Grande do Sul (2% para 1,5%).

A maioria dos casos de não conformidade detectados no Programa de Monitoramento da Qualidade está relacionada às amostras que apresentaram teor de biodiesel abaixo do estabelecido pela legislação - de 5% de biodiesel por cada litro do diesel mineral convencional.

As informações da ANP são, de certa forma, uma reação às criticas feitas, na semana passada, pela Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis) de que o setor vinha detectando problemas no óleo diesel comercializado no país e que esses problemas estavam ligados à adição do biodiesel – como borras e parafinas nos reservatórios dos postos revendedores.

Na avaliação da ANP, o programa reforça o entendimento de que não haveria, em princípio, comprometimento do desempenho do combustível. “Na verdade, o teor atual de biodiesel foi alcançado de forma gradativa e, por isso, entende-se que o comportamento do combustível com teores de biodiesel inferiores a 5% não compromete a aplicação do produto”, diz, em nota a agência.

A ANP garante que o biodiesel produzido de acordo com as especificações estabelecidas pela agência atende aos requisitos necessários ao uso em veículo automotivo. Mas ressalva que “algumas particularidades do biodiesel levam à necessidade da adoção de procedimentos de controle da qualidade no seu manuseio e armazenagem por todos os elos da cadeia de distribuição e revenda de combustíveis”.

A nota destaca que a entrada do biodiesel no mercado vem sendo revestida de toda a atenção e cuidados necessários. “Passados mais de dois anos da mistura obrigatória de biodiesel ao diesel, o conhecimento técnico sobre o produto mostra que os benefícios existem, mas devem ser dispensados maiores cuidados, não só ao biodiesel como também ao óleo diesel contendo biodiesel”, alerta.

http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/anp-constata-melhora-na-qualidade-do-diesel/148587


 

 


+ Notícias...

» Mais prazo para responder à pesquisa da ANP
» Lupi avaliará exceções no registro de ponto eletrônico
» SINDIPOSTOS promove off road
» Sindipostos promove inspeção preventiva em postos do RN
» Painel sobre etanol discute o crescimento do mercado e a fiscalização do setor
» Petrobras pode arquivar projetos
» Sindipostos realiza campanha de arrecadação para desabrigados de AL e PE
» O SINDIPOSTOS REALIZA O II ARRAIA.
» Sindipostos promoverá evento sobre adequação ambiental
» ALE recebe prêmio por excelência no atendimento